Todo mundo sabe que a criatividade dos Imagineers desconhece o termo “limites”. Seja na hora de criar algo novo ou de estabelecer referências a algo já existente, esses incríveis idealizadores e designers da Disney mostram que sabem como colocar a cabeça para funcionar. Por isso, listei aqui dez detalhes secretos que, provavelmente, passaram despercebidos por você. Olha só:

1. CÓDIGO MORSE

As surpresas já começam na entrada do parque. Ao subir as escadas da estação de trem do parque, a Walt Disney World Railroad, mantenha os ouvidos atentos. Você irá ouvir o som de um telégrafo enviando uma mensagem, que é nada mais, nada menos que a versão em Código Morse do discurso feito por Walt Disney durante a abertura da Disneyland, em 17 de Julho de 1955.

2. Tapete Vermelho

Guia da Magia

Você já reparou que o chão do Magic Kingdom possui uma cor vermelha bem característica? Isso, como tudo nos parques, não é por acaso. Ele funciona como um tapete vermelho estendido para os Guests – sim, porque, na visão de Walt Disney, todo Guest é importante.

Além disso, certas áreas do backstage – a área de acesso exclusivo aos Cast Members – também têm a cor vermelha, que serve de indicação para os personagens de que aquela área pode ser visível aos Guests (em caso de um portão mal fechado ou por um ângulo de visão diferente). Nessas áreas, eles devem manter suas personalidades e trajes conforme as diretrizes, para conservar a magia intacta caso alguém dê uma espiadinha.

3. Janelas na Main Street, U.S.A.

Guia da magia

A maior honra que alguém da The Walt Disney Company pode receber! As janelas da Main Street, U.S.A., são repletas de anúncios de comerciantes “locais” da região. Porém, se você olhar atentamente, elas contém nomes de pessoas diretamente envolvidas na construção do parque e referências a suas personalidades e hobbies, como Walt Disney, na foto acima, e também:

“If We Can Dream It – We Can Do It!” – Roy O. Disney – Dreamers & Doers Development Co.
“The Musical Quill – Lyrics and Librettos by X. Atencio”. X. (Atencio foi o responsável por escrever as letras das músicas tocadas nas atrações Pirates of the Caribbean e Haunted Mansion)

4. Coroando a Cinderela

Guia da Magia

A sonhadora princesa possui sua própria fonte de água, na Fantasyland, logo atrás de seu castelo, chamada “La Fontaine de Cendrillon”. Você acha que isso não é um segredo, né? Pois, então, segura essa: ao se curvar para beber água e olhar para a estátua de bronze, você ficará em uma posição como se estivesse fazendo uma reverência a ela. E aí, a mágica acontece. Nessa perspectiva, a coroa desenhada no cenário ao fundo irá se encaixar perfeitamente no topo da cabeça, tornando-a uma verdadeira princesa.

5. Cavalo da Cinderela


Já que estamos falando da Cinderela, vamos aproveitar para falar do Prince Charming Regal Carousel, o carrossel da Fantasyland! Não tem quem não queira andar nele ou, pelo menos, parar para ouvir as trilhas sonoras que tocam por lá. Mas espera! Se você olhar atentamente, bem de pertinho, um dos cavalos é diferente dos demais: ele tem uma fita dourada amarrada em sua cauda. Esse é o cavalo da Cinderela e ela mesma se encarregou de colocar a fita ali para diferenciá-lo dos demais. Ficou com vontade de dar uma voltinha nele, sim ou com certeza?

6. O livro de desejos da Fada Azul

Se você ainda não conheceu pessoalmente sua fada madrinha, mas gostaria de fazer um pedido (ou vários), não se preocupe. A Disney pensou nisso e colocou, dentro do restaurante Pinnochio Village Haus, um livro mágico chamado The Blue Fairy Wish Book (O Livro de Desejos da Fada Azul), onde você pode escrever os desejos mais profundos do seu coração. A Fada Azul, do filme Pinóquio, irá usar sua magia para tentar torná-los realidade. Just believe!

7. Uma ilha dentro do parque

Disney

Não deveria ser um segredo, mas é! Muita gente nem sabe que existe a Tom Sawyer’s Island, uma ilha dentro do Magic Kingdom totalmente inspirada nas aventuras do jovem aventureiro Tom Sawyer, personagem clássico da literatura americana criado por Mark Twain. O local conta com cavernas, estradas, passagens, muita vegetação nativa e até mesmo um forte. Tudo isso tematizado para lembrar a época em que os primeiros colonizadores chegaram aos Estados Unidos – período em que se passam as histórias dos livros, dos quais Walt Disney era fã incondicional.

As jangadas zarpam em direção a ilha a cada quinze minutos, aproximadamente, de um pequeno cais próximo à Splash Mountain, e encerram suas atividades antes do pôr-do-sol (para que ninguém fique perdido no local durante a noite).

8. O gigante escondido


É difícil não notar a presença de um gigante que esteja próximo de você. Praticamente impossível, eu diria. Mas eu já disse, também, que os Imagineers desconhecem a palavra “limites” e essa é mais uma prova disso. Entre na loja Sir Mickey’s Gift Shop, localizada na Fantasyland, e repare bem na junção das paredes com o teto: o gigante do filme Mickey e o Pé de Feijão estará lá, meio escondido, de olho nos Guests que passeiam tranquilamente pela loja.

Bônus: do lado de fora, você poderá ver o pé de feijão por toda a arquitetura da loja.

9. Backstory

Todas as atrações no Magic Kingdom possuem uma “backstory”, ou seja, uma história que justifica sua existência e contextualiza tudo o que acontece nelas. Teremos muitos posts sobre isso, mas usaremos a backstory da Space Mountain para exemplificar. Se você acha que ela é apenas uma montanha-russa no escuro, ERROU! A Space Mountain é um portal de viagens espaciais para turistas. Dentro dela, você será imerso em um ambiente que contará essa história, que vai desde a área da fila, que já conta com uma placa “Welcome Space Travelers – STARPORT SEVEN-FIVE – Your Gateway to the Galaxy.” (1975 é uma referência ao seu ano de abertura) até a saída, onde há uma área especial para turistas espaciais que perderam suas bagagens durante a viagem. Durante toda a experiência, serão dezenas de detalhes reforçando a backstory e fazendo com que você se sinta parte dela.

10. O show secreto de encerramento


Encerrar a noite no Magic Kingdom é uma das coisas que todo mundo tem que fazer uma vez na vida! Mas se você quer encerrar MESMO a sua noite, que tal ficar até o final e ver o The Kiss Goodnight? Embora não seja exatamente um show, mas, sim, uma pequena apresentação de dois minutos que conta com mudanças de luz no Castelo ao som de uma mensagem de agradecimento por nossa estadia, é imperdível. Ele costuma acontecer a cada meia hora após o horário de fechamento do parque, e vale a pena para quem é fã e não abre mão de descobrir cada vez mais coisas a cada viagem!

E este post termina exatamente com a tradução da mensagem de agradecimento do The Kiss Goodnight. Preparem os lencinhos, porque é de emocionar!

“Senhoras e senhores, meninos e meninas, em nome de todos aqui, no Magic Kingdom, nós agradecemos a vocês por nos acompanharem hoje neste mágico encontro de família, amigos, diversão e fantasia. Esperamos que sua jornada mágica conosco tenha criado memórias maravilhosas que durarão por toda a vida.

Walt Disney disse que o Magic Kingdom é um mundo de imaginação, esperanças e sonhos. Nessa atemporal terra de encantos, magia e faz-de-conta renascem e contos de fada se tornam realidade. O Magic Kingdom é um lugar para os jovens e os jovens de coração. Um lugar especial onde, quando você faz um pedido para uma estrela, seus sonhos se realizam. Até nos vermos de novo, faça uma boa viagem de volta para casa. Obrigado e boa noite.”


Comentários

Compartilhe

O que você achou?

Curti Curti
1
Curti
Amei! Amei!
3
Amei!
Hahaha Hahaha
0
Hahaha
Uau! Uau!
17
Uau!
O quêêê? O quêêê?
3
O quêêê?
Lari Borges

Lari Borges, também conhecida por Bibbidi (@lari.bibbidi.borges, no Instagram) é designer e escritora, estudiosa dos parques Disney e Universal, apaixonada por mundos de fantasia. Tem sempre uma música Disney em loop infinito em sua cabeça e pode recitar de cor os scripts completos das atrações e shows do Magic Kingdom (inclusive os 20 minutos da Haunted Mansion, desde o Stretching Room até a cena final com a Little Leota) e de outros parques também. Quando o assunto é amor pela Disney, a palavra "limites" não existe em seu dicionário.
error: bibbidi bobbidi boo!